Familiares velam crianças assassinadas em escola

Os familiares de oito crianças assassinadas no pior massacre ocorrido no Japão em anos reuniram-se hoje para velar os corpos. A cerimônia budista de Takahiro Totsuka, de seis anos, a menor das vítimas, atraiu 300 pessoas.Todas as vítimas, meninos e meninas entre seis e oito anos, foram assassinadas em uma escola elementar em Osaka, a segunda cidade do Japão, por um homem armado com uma faca de cozinha, que tinha um histórico de problemas mentais.O homem, identificado como Mamoru Takuma, caminhou livremente de uma sala a outra da escola apunhalando silenciosamente suas vítimas. Assassinou oito crianças e dois professores, até que fora detido por dois outros docentes, 15 minutos depois.O ataque provocou uma especial comoção no país porque as escolas japonesas se orgulham de sua abertura à comunidade. Poucas escolas têm esquema de segurança, mas o massacre está levando o país a debater a necessidade de guardas, câmaras de vídeo e outras medidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.