Famílias evacuadas em Fukushima receberão US$ 12 mil

Valor anunciado pela empresa que administra a central de Fukushima tem caráter provisório, já que a Tepco deverá disponibilizar um volume muito maior de compensações no futuro

Efe,

15 de abril de 2011 | 03h06

TÓQUIO - O governo japonês aprovou nesta sexta-feira, 15, o plano da Tokyo Electric Power Company (Tepco) para pagar uma primeira compensação de 1 milhão de ienes (US$ 12.400) às famílias evacuadas em consequência da crise nuclear de Fukushima, informou a agência local Kyodo.

 

O valor anunciado pela empresa que administra a central de Fukushima Daiichi tem caráter provisório, já que a Tepco deverá disponibilizar um volume muito maior de compensações no futuro devido ao mais grave acidente nuclear da história do Japão.

Os lares de apenas um membro receberão ajuda de 750 mil ienes (US$ 9.300).

 

Banri Kaieda, ministro da Economia, assegurou nesta sexta-feira que antes do fim do mês serão indenizadas as pessoas que viviam a uma distância de até 30 quilômetros da usina nuclear, o que engloba um total de 48 mil famílias.

 

Cerca de 80 mil pessoas que moravam a menos de 20 quilômetros da usina já foram evacuadas de suas casas, enquanto o governo aprovou na segunda-feira um novo plano para evacuar mais 115 mil em outras localidades próximas à central.

 

Este primeiro plano de compensações fará a Tepco desembolsar aproximadamente 50 trilhões de ienes (US$ 620 bilhões), segundo informações de Kaieda.

O governo pediu que a Tepco forme um grupo de trabalho para estudar um programa de indenizações, cujos fundos podem ser deduzidos dos lucros da empresa elétrica durante mais de uma década, segundo a imprensa japonesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.