Famosos se mobilizam para ajudar vítimas no Haiti

Haitianos famosos e outras celebridades nos Estados Unidos estão se mobilizando para ajudar as vítimas do terremoto. O mais famoso deles é o cantor Wyclef Jean, do extinto conjunto Fugees. Sua fundação dedicada ao Haiti, a Yele, receberá US$ 3 milhões do golfista Tiger Woods. Jean vem arrecadando recursos por mensagens de texto via celular - as pessoas discam 501501, escrevem YELE e doam US$ 5 em suas contas de celular. Jean está no Haiti ajudando sua família.

AE, Agencia Estado

15 de janeiro de 2010 | 09h58

Brad Pitt e Angelina Jolie, que já viajaram ao Haiti com Jean para arrecadar fundos, prometeram doar US$ 1 milhão. Eles disseram estar "devastados" com a tragédia. "Vamos trabalhar junto com nosso amigo Wyclef Jean para apoiar os esforços humanitários e ajudar os que foram feridos e ficaram sem casa", disse Angelina.

A escritora Edwige Danticat, que nasceu em Porto Príncipe e se mudou para os EUA aos 12 anos, ainda não tinha conseguido falar com sua família. Ela contou que não tem planos de viajar para o Haiti agora, pois acha que atrapalharia os trabalhos de resgate. Danticat ganhou o prestigiado prêmio da Fundação MacArthur no ano passado.

Vários atores de Hollywood estão usando o Twitter - rede de microblogs que permite postagens de no máximo 140 caracteres - para pedir que seus fãs façam doações ao país. "O povo do Haiti precisa de nossa ajuda e atenção agora", disse o ator Ben Stiller, de Quem Vai Ficar com Mary?. O casal Ashton Kutcher e Demi Moore pediu, também via Twitter, que seus fãs façam doações para o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.