Fantasiado de Saddam, cingapuriano é preso na Embaixada dos EUA

Um cingapuriano que foi detido ao aparecer numa cerimônia em homenagem às vítimas do 11 de setembro na Embaixada americana com uma máscara de Saddam Hussein foi levado para um hospital psiquiátrico, informou hoje a polícia.O taxista de 47 anos foi detido na quarta-feira ao tentar invadir a cerimônia na embaixada vestindo um uniforme militar e usando uma máscara com as feições do presidente iraquiano.A polícia pediu ao homem para ir embora, dizendo que sua aparência iria perturbar a cerimônia, mas ele recusou-se e acabou sendo detido por desordem pública. Seu nome não foi divulgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.