FAO distribuirá ao Haiti sementes doadas pelo Brasil

O Haiti receberá hoje 12 toneladas de sementes de milho da espécie BR 106 por meio de uma colaboração do Brasil, que fez a doação, com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês). De acordo com a FAO, mais 24 toneladas de sementes serão entregues até domingo. Além disso, o Brasil enviará outras 36 toneladas de sementes de feijão caupi BRS Guariba. As sementes foram produzidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

19 de março de 2010 | 20h06

A FAO informou também, por meio de sua assessoria de imprensa, que, depois dessas remessas, outros 200 quilos de sementes variadas de hortaliças - cenoura, feijão-de-vagem, pepino, repolho, alface, abóbora, abobrinha e couve - terão o Haiti como destino. Estas sementes serão doadas pela Embrapa, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Todas as sementes do Brasil a serem enviadas representarão, segundo a FAO, 60% do total da produção anual de alimentos no país. Em função do terremoto que assolou o Haiti no começo do ano, praticamente todas as sementes foram consumidas por causa da falta de alimentos.

Tudo o que sabemos sobre:
HaititerremotodoaçãosementesBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.