Farc asseguram respeito ao cessar-fogo

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) asseguraram neste domingo seu respeito ao cessar-fogo anunciado pelo comando rebelde há seis dias, mas reforçaram seu direito de se defender caso seja necessário.

EQUIPE AE, Agência Estado

25 de novembro de 2012 | 20h46

"Manifestamos nosso total acatamento ao cessar-fogo unilateral, ao mesmo tempo em que deixamos claro que nosso cessar-fogo se refere especificamente às ações ofensivas contra a força pública e aos atos de sabotagem contra a infraestrutura pública e privada", disse o membro da delegação das Farc Rubén Zamora.

"Se as forças públicas decidirem atacar nossas unidades guerrilheiras, essas se encontram em seu legítimo direito de se defender", acrescentou.

As Farc anunciaram no dia 19 de novembro o cessar-fogo, que entrou em vigor no dia seguinte e vai durar até 20 de janeiro. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ColômbiaFarccessar-fogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.