Farc ataca San Vicente del Caguán e deixa um morto

Guerrilheiros lançaram uma granada nas imediações da Prefeitura e da delegacia de polícia de San Vicente del Caguán, onde se desenrolaram as negociações de paz entre o governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Um vigilante morreu, informou a polícia. O funcionário municipal foi morto "em uma troca tiros entre a polícia e os terroristas das Farc, disse o major Marco Aurelio García, comandante da polícia de San Vicente del Caguán. Outro policial ficou ferido no ataque guerrilheiro ocorrido por volta da meia-noite de quarta-feira. Este é o terceiro ataque em San Vicente del Caguán desde o fracasso das negociações de paz que pôs fim à zona desmilitarizada de 42.000 km2. Todos os três foram atribuídos às Farc. "Desde o término da zona de distensão, a situação aqui é muito tensa, há inquietação pelo que possa acontecer", disse à Associated Press o prefeito interino Gabriel Ochoa Pacheco, em uma entrevista por telefone. O exército colombiano recuperou o perímetro urbano dos cinco municípios da zona que esteve em poder das Farc durante mais de três anos, mas os guerrilheiros se mantêm à espreita nas zonas rurais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.