Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Farc ganhariam US$ 1 bilhão com tráfico de drogas por ano

A guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) ganha até US$ 1 bilhão por ano com o tráfico de drogas, afirmou Michael Braun, diretor de operações do Departamento Americano Antidrogas (DEA) em entrevista publicada pela revista colombiana Semana.Braun disse que o grupo insurgente obtém entre US$ 500 milhões e US$ 1 bilhão anuais com o controle do narcotráfico em algumas regiões.Segundo Braun, "nove de cada dez gramas de cocaína que entram nos Estados Unidos passaram em algum momento pelas mãos das Farc". Afirmou ainda que as Farc "transformaram sua ideologia inicial em narcotráfico". Agora, "são metade terroristas e metade narcotraficantes".Para o diretor do DEA, "há 42 organizações terroristas que o Departamento de Estado (americano) identificou como ameaças para a democracia ao redor do mundo, e algumas delas são ligadas ao tráfico de drogas".As Farc, disse, "começaram cobrando um imposto sobre cultivos e hoje estão ligadas a todo o processo do tráfico de coca".Seu diagnóstico, sobre o conflito com o grupo guerrilheiro, entretanto, é positivo. "Estamos ganhando a guerra contra as Farc. E quando digo estamos, refiro-me à Polícia nacional colombiana e ao Exército colombiano e a outras autoridades que trabalham junto conosco".As Farc, fundadas em 1964 e com cerca de 17.000 integrantes, são o maior e antigo grupo guerrilheiro da Colômbia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.