Farc obtém acordo para converter guerrilha em partido

O grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o governo colombiano fecharam nesta quarta-feira um acordo por meio do qual a guerrilha abandonará as armas e se converterá em movimento político reconhecido.

AE, Agência Estado

06 de novembro de 2013 | 17h06

"Chegamos a um acordo fundamental, referente ao segundo ponto da agenda, para o término do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura denominado participação política", disseram representantes das Farc e do governo em comunicado conjunto.

A nota foi lida a jornalistas pelo representante cubano Rodolfo Benítez. Iniciado há um ano, o processo de paz entre a Colômbia e as Farc é acompanhado por Cuba, Noruega, Chile e Venezuela.

O acordo anunciado hoje em Havana encerra a segunda das seis fases previstas de negociações de paz entre as partes.

O governo colombiano e as Farc também decidirão que a próxima fase das negociações buscará uma solução para a questão do narcotráfico. Eles não informaram, porém, quando terá início a terceira fase da busca por um acordo definitivo de paz.

"As condições particulares para o novo movimento que surja da transição das Farc para a atividade política legal serão discutidas no marco do terceiro ponto da agenda", prosseguia a nota conjunta. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaFarc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.