Farc vêem Chávez como ´líder ideológico´, diz chanceler

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, transformou-se em um "líder ideológico" para a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), disse na terça-feira, 20, o chanceler colombiano, Fernando Araújo.O chanceler, que passou seis anos seqüestrado pelas Farc, afirmou que conseguiu confirmar essa situação enquanto estava no cativeiro."Eles gostam de sua revolução bolivariana. Eles pensam que Chávez é o líder ideológico deles neste momento", garantiu Araújo em um evento do Conselho das Américas, um centro de investigação em Washington.Esta é a primeira visita de Araújo a Washington, semanas depois de assumir o cargo, após a renúncia da ex-chanceler María Consuelo Araújo devido a um escândalo que envolveu alguns parlamentares aliados do governo com paramilitares.O chanceler disse que nos acampamentos do grupo guerrilheiro pode-se ler a biografia de Chávez, um inimigo das políticas norte-americanas, assim como escutar seu programa de rádio. Mas ele deixou claro que isso não significa que o presidente venezuelano tenha uma relação direta com a guerrilha.Araújo ressaltou que o entendimento entre Colômbia e Venezuela é importante para os dois países e que buscará manter "as melhores" relações com seu vizinho.Araújo está nos Estados Unidos em busca do apoio para a extensão do Plano Colômbia e a aprovação do Tratado de Livre Comércio (TLC), assinado com esse país no ano passado. Essas medidas dependem da aprovação do Congresso norte-americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.