Fatah dá a Abbas poder para formar governo de união com o Hamas

Os principais líderes da facção política palestina Fatah autorizaram nesta sexta-feira o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, a dar continuidade às negociações para compor um governo de união nacional com o grupo islâmico Hamas numa tentativa de acabar com as disputas internas e com o isolamento internacional, disse um integrante do partido.Reunido em Amã, capital da Jordânia, o Comitê Central da Fatah deu a Abbas "todos os poderes para começar a consultar todas as facções nacionais com o objetivo de compor um governo de união nacional", disse Hani al-Hassan, um político ligado à Fatah.A Fatah deu início, na quarta-feira, à sua primeira convenção desde a derrota para o Hamas nas eleições gerais de janeiro, quando o grupo islâmico conquistou nas urnas o governo da ANP.Desde sua posse, algumas semanas depois do pleito, o Hamas vem sendo marginalizado pela comunidade internacional. O governo palestino tem sido alvo de um duro boicote econômico.Abbas disse acreditar que a formação de um governo de união nacional forçará o Hamas a moderar sua posição e abrirá caminho para a retomada de negociações de paz.A convenção nacional da Fatah ocorre em Amã porque alguns de seus membros estão proibidos por Israel de entrar na Cisjordânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.