Fatima Meer, biógrafa de Mandela, morre aos 81 anos

Fatima Meer, amiga e biógrafa de Nelson Mandela, morreu aos 81 anos. A agência de notícias South African Press Association citou Logie Naidoo, político e amigo da família, dizendo que Meer morreu no hospital de Durban nesta sexta-feira. A causa da morte não foi revelada.

AE-AP, Agencia Estado

12 de março de 2010 | 20h09

Em comunicado, Achmat Dangor, executivo-chefe da Fundação Nelson Mandela, disse que Meer foi "uma amiga próxima do senhor Mandela e de sua família por mais de 60 anos. Ela era uma acadêmica e vigorosa no combate ao apartheid".

A biografia de Meer sobre Mandela é intitulada "Higher than Hope" (Maior do que a Esperança, em tradução livre).

Graca Machel, mulher de Mandela, disse em comunicado que a morte de Meer "é uma grande perda para a nação porque ela contribuiu de forma imensurável na luta contra o apartheid".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.