EFE
EFE

Favorito à reeleição, Rafael Correa vota no Equador

Presidente diz que cabe aos equatorianos decidir o futuro do país; boca de urna deve sair às 19h

Luiz Raatz / enviado especial a Quito, O Estado de S. Paulo

17 de fevereiro de 2013 | 10h02

O presidente do Equador, Rafael Correa, candidato à reeleição, votou na manhã deste domingo, 17, no Colégio San Francisco, na zona norte de Quito. Favorito para reeleger-se no primeiro turno, ele disse que cabe aos equatorianos decidir o futuro do país.

“O nosso futuro está em nossas mãos. Vamos exercer nosso direito ao voto com responsabilidade”, disse o presidente. Correa deve acompanhar os votos de sua mulher e sua filha, além do de seu candidato a vice-presidente, Jorge Glas, e passará o resto da jornada eleitoral com a família.

Também já votaram o ex-presidente Lúcio Gutiérrez, que tenta voltar ao Palácio de Carondelet, e o esquerdista Alberto Acosta, ex-aliado do presidente que é respaldado pelo movimento indígena e alguns movimentos sociais de esquerda.

Completam a disputa banqueiro Guillermo Lasso, principal rival de Correa, que tenta levar a decisão para o segundo turno, o magnata da banana Alvaro Noboa, o pastor evangélico Nelson Zavala, outro ex-aliado do presidente, Norman Wray e o centrista Mauricio Rodas. Para que a eleição seja definida ainda no primeiro turno, o candidato mais votado precisa de ao menos 40% dos votos, com diferença de ao menos dez pontos porcentuais para seu rival mais próximo. 

As primeiras pesquisas de boca de urna devem ser divulgadas às 19h (horário de Brasília), e os resultados preliminares à 0h de segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.