FBI dá batida em mesquita de Nova York; dois presos

Dois líderes de uma mesquita em Albany, Nova York, foram presos com base em acusações relativas a um suposto esquema para a compra de um míssil portátil que seria usado num atentado contra a vida do embaixador do Paquistão, segundo documentos apresentados hoje à Justiça. Os suspeitos têm laços com o Ansar al-Islam, grupo ligado à Al-Qaeda, de acordo com agentes federais que pediram para não ser identificados.Autoridades americanas já disseram que o Ansar é afiliado a Abu Musab al-Zarqawi, terrorista jordaniano acusado por diversos atentados cometidos no Iraque. As prisões ocorreram quando agentes do FBI, da imigração, da alfândega e de outras agências executaram mandados de busca na mesquita Masjid As-Salam e em duas residências da área de Albany. Os suspeitos foram identificados como Yassin Aref, o imã da mesquita, e Mohammed Hossain, um dos fundadores do templo. Hossain também é dono da pizzaria Pequena Itália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.