Kevin Lamarque/Reuters
Kevin Lamarque/Reuters

FBI investiga ataque em Boston como 'ato terrorista', diz Obama

Presidente dos EUA afirmou que ainda não se sabe a autoria do atentado, se partiu de 'uma organização ou um indivíduo'

estadão.com.br,

16 de abril de 2013 | 12h43

WASHINGTON - O presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou nesta terça-feira, 16, que o FBI investiga o atentado à Maratona de Boston como "um ato terrorista". Diferentemente, no pronunciamento feito na segunda-feira, após saber do ataque, Obama não havia usado o termo "terrorismo".

Duas bombas explodiram segunda-feira, perto da linha de chegada da corrida, matando três pessoas - incluindo uma criança de oito anos - e ferindo mais de 100, segundo autoridades locais.

"Toda vez que uma bomba é usada para matar pessoas, isso é um ato de terrorismo, disse Obama, ressaltando que ainda não se sabe quem foi o autor do atentado. "Não sabemos quem fez isso, se foi o ato de uma organização, um indivíduo ou um grupo. Quando tivermos mais informações, avisaremos o povo dos EUA."

O presidente norte-americano demonstrou solidariedade aos familiares dos feridos e ressaltou a solidariedade. "Se querem saber quem nós somos, quem são os americanos, respondemos a um ato desses assim, com solidariedade, ajudando uns aos outros". Antes de terminar, Obama pediu para que as pessoas que "vejam algo suspeito, avisem as autoridades."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.