FBI investiga escolas de mergulho em busca de terroristas

O FBI confirmou hoje que está investigando todas as escolas de mergulho submarino dos Estados Unidos devido a uma eventual presença de elementos terroristas que estariam recebendo treinamento para atacar plantas nucleares portos ou barcos de cruzeiro. Grande parte das investigações está centralizada na Flórida, conhecida como "a capital do mergulho submarino do mundo", devido à grande quantidade de empresas da região que se dedicam a essa atividade. Diretores de várias organizações de mergulho, com mais de dois milhões de pessoas inscritas, afirmaram que os agentes do FBI começaram a visitar seus centros de operação há uma semana. Ao confirmar hoje as investigações, funcionários do FBI em Miami se recusaram a esclarecer se um de seus objetivos seria a compilação de uma lista com todos os mergulhadores dos Estados Unidos, hipótese levantada pela imprensa americana. Em 24 de maio último, o FBI indicou que tinha informações sobre "elementos terroristas em busca de adquirir capacidade de mergulho", mas, ao mesmo tempo, afirmou que "não há evidências de nenhum plano operacional para atacar os Estados Unidos com mergulhadores".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.