FBI investigará mortes de 10 jornalistas no país

O Sindicato dos Jornalistas de Honduras afirmou ontem que a morte de dez profissionais da área será investigada por agentes do FBI. De acordo com o presidente da entidade, Elán Reyes, as ameaças a outros cinco repórteres também serão apuradas pela polícia federal americana. Ele não forneceu mais detalhes. Apenas dois dos casos foram esclarecidos pela polícia hondurenha. Todos os assassinatos ocorreram em 2010.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.