FBI prende 8 acusados de fraudar Mc Donald?s

O FBI prendeu hoje oito pessoas supostamente envolvidas em um esquema que tomou mais de US$ 13 milhões em prêmios oferecidos pelo McDonald´s. De acordo com oficiais, o círculo criminoso envolveria a Simon Marketing, companhia responsável pela segurança das promoções do McDonald´s. Os oito presos são funcionários da Simon e teriam se apropriado de peças sorteadas.O grupo detido, de acordo com a polícia, estaria controlando a distribuição dos maiores prêmios de promoções como Monopoly (Banco Imobiliário) e Who Wants to Be a Millionaire, entre outras, que possuíam peças de prêmios de até US$ 1 milhão. Os envolvidos no esquema "ganharam" mais de US$ 13 milhões em prêmios que vão de dinheiro, ouro, diamantes a viagens.Segundo o FBI, o esquema começou em 1995. A polícia alega que os envolvidos forneciam peças e tíquetes premiados para amigos e associados, que os repassavam a outros amigos e estes se apresentavam ao McDonald´s como legítimos ganhadores dos prêmios. Os oito presos ganharam os maiores prêmios distribuídos pela cadeia. Esses tíquetes vinham anexados aos copos de refrigerantes e poderiam conter prêmios instantâneos.O McDonald´s informou hoje que suspendeu contrato com a Simon Marketing e reiniciará a distribuição de 55 novos grandes prêmios relacionados à sua promoção do Monopoly: cinco prêmios de US$ 1 milhão e 50 de US$ 100 mil, nos restaurantes da rede nos EUA.O McDonald´s anunciou também a criação de uma força-tarefa independente para revisar todos as promoções da marca e fiscalizar futuras realizações. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.