FBI prende suspeitos de envolvimento com terrorismo

Agentes do FBI prenderam três pessoas em Tampa, uma em Chicago e outras fora do país, além do professor universitário Sami Al-Arian, acusado de coordenar a coleta de dinheiro nos Estados Unidos para o grupo palestino Jihad Islâmica. Al-Arian estava sendo investigado desde meados da década de 90, quando ele e Abdullah Shallah fundaram um grupo na Universidade do Sul da Flórida. Há cerca de um ano, Shallah retornou ao Oriente Médio, tornando-se o chefe da Jihad Islâmica, grupo militar que defende a criação do Estado da Palestina e a destruição de Israel. O Departamento de Estado dos EUA classificou o Jihad como um grupo terrorista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.