FBI prende três pessoas que queriam vender segredos da Coca-Cola

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos prendeu três pessoas acusadas de tentar negociar segredos corporativos do fabricante de bebidas Coca-Cola com a rival Pepsi, informaram nesta quinta-feira as autoridades.Os detidos, que não tiveram suas identidades reveladas, são acusados de tentar vender os segredos da empresa de refrigerantes por US$ 1,5 milhão. A investigação foi realizada pelo FBI depois que executivos da Pepsi alertaram sobre a oferta de uma pessoa que se identificava como "Dirk" e alegava ter os segredos da Coca-Cola.Os agentes do FBI então se passaram por funcionários da Pepsi e começaram a negociar com as pessoas que afirmavam possuir os "segredos" da Coca-Cola. Nem Coca-Cola nem Pepsi quiseram referir-se de maneira oficial ao caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.