Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

FBI soube que suspeito morto era religioso radical

Um governo estrangeiro informou ao FBI no começo de 2011 que Tamerlan Tsarnaev, um dos irmãos suspeitos dos ataques a bomba na Maratona de Boston, era um muçulmano radical.

Agência Estado

20 de abril de 2013 | 15h38

Tamerlan Tsarnaev morreu em uma troca de tiros com a polícia na madrugada de sexta-feira e seu irmão mais novo foi capturado vivo no final do dia. Eles foram identificados pelas autoridades e parentes como chechenos do sul da Rússia que moravam nos Estados Unidos há cerca de uma década.

De acordo com o FBI, o governo estrangeiro disse que, com base em suas informações, Tamerlan Tasarnev era um religioso radical e que ele havia mudado drasticamente desde 2010. O jovem se preparava para deixar os Estados Unidos.

O FBI disse que entrevistou Tsarnaev e seus parentes e que não encontrou qualquer atividade terrorista nos EUA ou no exterior. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUABostonFBI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.