FBI: Três jovens americanas tentaram se juntar ao EI

Polícia federal americana afirmou que elas foram detidas na Alemanha enquanto tentavam embarcar para a Síria

O Estado de S. Paulo, O Estado de S. Paulo

21 de outubro de 2014 | 18h52

Denver - O escritório do FBI em Denver afirmou, nesta terça-feira, 21, estar investigando o caso de três meninas dessa cidade, no Colorado, que foram detidas na Alemanha enquanto tentavam embarcar para a Síria para se juntar aos extremistas do Estado Islâmico (EI). 

A porta-voz da polícia federal americana em Denver, Suzie Payne, disse que as meninas foram detidas na Alemanha por agentes do FBI. Elas já foram levadas de volta para os EUA e estavam com suas famílias. Suzi não divulgou a identidade das três garotas ou outros detalhes da operação. 

O anúncio foi feito um mês depois de a jovem Shannon Conley, de 19 anos e também de Denver, se declarar culpada das acusações de ter conspirado para ajudar militantes na Síria. A Procuradoria dos EUA em Denver recusou-se a comentar os últimos casos. / AP 

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaEstado IslâmicoFBI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.