FDA rechaça venda de implantes de silicone

A Administração de Drogas e Alimentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) rechaçou hoje o pedido feito pela empresa Inamed Corp. de oferecer novamente ao mercado silicone para implantes de seio, ao considerar que a companhia não forneceu toda a informação requerida para a análise. Ao que parece, a FDA levou em consideração as críticas de que a Inamed não havia pesquisado profundamente os polêmicos implantes para responder, por exemplo, com que freqüência o silicone se desprende do corpo e seus os efeitos colaterais nas mulheres. A decisão da FDA não afeta de maneira terminante os estudos que permitem implantar silicone em algumas mulheres com câncer de mama, e outras poucas exceções. Nem significa que os implantes de seio não possam voltar a ser vendidos no mercado no futuro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.