Federais abrem fogo contra polícia em motim

A polícia de Ciudad Juárez acusou policiais federais de abrir fogo contra soldados municipais durante um motim na prisão da cidade na terça-feira. Pelo menos 17 detentos morreram na tentativa de fuga que resultou no motim. O chefe de polícia Julián Leyzaola afirmou à imprensa que ao menos 16 policiais federais atiraram contra uma patrulha municipal que se aproximava da penitenciária para conter o motim. Autoridades federais acusaram a polícia de Ciudad Juárez de romper uma das barricadas colocadas perto da prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.