Kay Nietfeld/Efe
Kay Nietfeld/Efe

Festival de rua em Hamburgo termina em violência

Radicais de esquerda faziam manifestação contra partido de direita quando entraram em conflito com a polícia

Redação,

13 de setembro de 2009 | 05h05

A polícia alemã prendeu 60 pessoas depois que 12 policias foram feridos nos protestos que irromperam durante uma marcha em Hamburgo contra o ultradireitista Partido Nacional-Democrata durante a noite de sábado.

 

A polícia de Hamburgo acabou por dissolver uma festa de rua no bairro de Schanzenviertel, após o confronto com os radicais de esquerda do denominado "Bloco Negro", que jogaram pedras e garrafas contra os policiais.

 

Segundo informou hoje um porta-voz da polícia, os distúrbios começaram quando jovens lançaram pedras contra uma delegacia de Polícia, para, em seguida, misturar-se entre o público que realizava pacificamente a festa.

 

Transcorridas algumas horas, o ambiente voltou a ficar tenso quando várias dezenas de jovens jogaram pedras e garrafas contra a polícia e ergueram pequenas barricadas de rua. Cerca de dois mil soldados foram deslocados para a área.

(Com informações de Efe e Reuters)

Tudo o que sabemos sobre:
distúrbioberlim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.