Festival religioso no Nepal sacrificará 200 mil animais

Durante dois dias, uma cerimônia hindu no Nepal planeja sacrificar 200 mil animais, em um sangrento festival em honra da deusa Gadhimai. A cerimônia começou na madrugada de hoje, com orações em um templo onde estavam dezenas de milhares de hindus.Em seguida, os fiéis se dirigiram a um curral próximo, onde açougueiros começaram a decapitar os animais. Entre eles há bois, cordeiros, frangos e búfalos.

AE-AP, Agencia Estado

24 Novembro 2009 | 18h43

Um ministro do Nepal disse que esta será a maior matança ritual de animais do mundo. Ativistas pelos direitos dos animais e outros grupos religiosos realizaram protestos nas últimas semanas, em povoados próximos do templo de Gadhimai, na capital Katmandu, mas os organizadores hindus se negaram a suspender a matança, argumentando que se trata de uma tradição de séculos.

O chefe do governo da região, Taranath Gautam, disse que centenas de milhares de pessoas devem participar do evento. O festival de Gadhimai ocorre a cada cinco anos. Os participantes acreditam que sacrificar os animais para a deusa porá um fim ao mal e trará prosperidade. Muitos viajam para participar do Estado indiano de Bihar, onde os sacrifícios de animais foram proibidos em algumas áreas.

Os críticos afirmam que as matanças - degolando animais com espadas - são bárbaras e cruéis. "Não conseguimos impedir os sacrifícios de animais neste ano, mas continuaremos com nossa campanha para impedir as matanças durante esse festival", afirmou Pramada Shah, do grupo Animais do Nepal.

Mais conteúdo sobre:
Nepal animais sacrifício hindus

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.