FHC e Toledo discutem combate à lavagem de dinheiro

O presidente do Peru, Alejandro Toledo, afirmou hoje, depois de se reunir com o presidente Fernando Henrique Cardoso, em Nova York, que o Brasil e o Peru "não têm espaço para serem ambíguos em relação ao terrorismo". Os dois presidentes trataram particularmente do combate às operações de lavagem de dinheiro, mecanismo que se tornou o principal meio de financiamento de grupos terroristas. Segundo Toledo, o Peru trata com cuidado a questão do terrorismo porque tem na memória os prejuízos causados pela ação de grupos terroristas no País. De acordo com o presidente peruano, cerca de 25 mil pessoas morreram no Peru por conta de atos terroristas. Fernando Henrique e Toledo também discutiram a proposta do presidente brasileiro de reestruturação do sistema financeiro internacional. A reunião dos dois presidente aconteceu na residência do representante do Brasil na Organização das Nações Unidas, embaixador Gelson da Fonseca, onde Fernando Henrique está hospedado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.