FHC lamenta "quebra de institucionalidade na Venezuela"

O presidente Fernando Henrique lamentou esta tarde "a quebra de institucionalidade na Venezuela". Ele disse esperar que sejam respeitadas as "regras da democracia, liberdade e as instituições". O presidente disse que ainda não tem detalhes sobre a situação venezuelana, mas afirmou que, "se um povo em determinado momento tira quem está no governo, é preciso que se legitime imediatamente a nova ordem com eleições".FHC disse que o ministro das Relações Exteriores, Celso Lafer, que está na reunião do Grupo do Rio, na Costa Rica, mantém contato permanente com o governo brasileiro e outros presidentes da região, para discutir a situação da Venezuela. "Devemos ter uma atitude comum, levando em conta que este continente é democrático e não aceita governos de força. É preciso que haja eleições", afirmou. "Entendemos conjunturas, mas achamos que devem ser imediatamente superadas com regras claras, através da soberania popular".Leia tudo sobre a crise na Venezuela

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.