Presidência Argentina/AFP Photo
Presidência Argentina/AFP Photo

FHC se encontra com Macri e planeja reunião com Alberto Fernández

Ex-presidente ressaltou que não se envolve na política de outros países e não deu conselhos eleitorais a Macri

Márcio Resende, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2019 | 22h23

BUENOS AIRES - O presidente da Argentina, Mauricio Macri, e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso se reuniram nesta quarta-feira, 21, como confirmou FHC em entrevista ao Estado.

O ex-presidente, que está na Argentina para um seminário, publicou em sua conta no Twitter na manhã desta quarta que tentaria conversar tanto com Macri quanto com seu rival na eleição presidencial argentina, Alberto Fernández.

Após reunião de 40 minutos com Macri, o ex-presidente reforçou que não se envolve na política eleitoral de outros países. “Acho que alguém que foi ou que é presidente tem que se relacionar com os Estados, não com as pessoas. Minhas opiniões são pessoais, não têm reflexo político maior”, disse, sem querer estabelecer relações com o fato de que o presidente Jair Bolsonaro tem atacado diretamente Fernández, e ameaçado deixar o Mercosul caso ele vença a votação.

Questionado sobre ter dado conselhos eleitorais a Macri, FHC negou. “Apenas disse o que eu fiz quando era presidente na transição de um governo para o outro. Eu acho que o mais importante é que a democracia ganhe.”

Macri foi derrotado com larga vantagem por Fernández nas primárias presidenciais e dificilmente conseguirá reverter o quadro para as eleições de outubro. 

FHC ainda afirmou que reconhece a situação financeira instável da Argentina e isso dificulta que o governo atue com “firmeza”. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.