FHC se encontra com parentes na Rússia

O presidente Fernando Henrique Cardoso, que costuma brincar que onde vai encontra parentes, reuniu-se nesta terça-feira com familiares, na residência do embaixador brasileiro em Moscou, José Viegas Filho. Participaram do encontro Valná Brandão Chudinova, Serguei Chernov, sobrinho de FHC, e Mariza Gorelova, neta do presidente brasileiro. Valná é filha de Octavio Brandão, irmão da mãe de Fernando Henrique, Nayde Cardoso.Octavio foi um dos fundadores do Partido Comunista Brasileiro, nos idos dos anos 20, e acabou deportado por Getúlio Vargas, em 1932. Veio para a Rússia, onde criou o serviço brasileiro da Rádio de Moscou, em ondas curtas, que existe até hoje. Depois da 2ª Guerra Mundial, desentendeu-se com o Comintern soviético e voltou para o Brasil. Suas três filhas, no entanto, Sátiva, Volia e Valná, a única que nasceu na Rússia, continuaram no país.Serguei Chernov, arqueólogo, é filho de Sátiva, que morreu em 1993. Sempre que vem a Moscou - o que já fez "cinco ou seis vezes" -, o presidente visita esses parentes. Ele disse nesta terça, enquanto passeava na Praça Vermelha, que gosta de conversar com eles, para saber sobre "a vida cotidiana" na Rússia."Eles estão felizes, sobretudo a menina (Mariza), que estuda sociologia em Moscou. A mais idosa (Valná) fala com certo horror do passado, mas critica o atendimento social", descreveu o presidente. "Os mais jovens são os que acreditam na Rússia."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.