Fidel: Ahmadinejad está tranquilo ante ameaça dos EUA

O ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, disse nesta sexta-feira em um artigo publicado no diário estatal Granma que o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, está "tranquilo", mesmo com a possibilidade de um ataque dos EUA ao seu país. Fidel também qualificou de "imundície" um vídeo que mostra soldados dos Estados Unidos urinando em cadáveres de guerrilheiros mortos do grupo fundamentalista Taleban.

AE, Agência Estado

13 de janeiro de 2012 | 16h45

Na quarta-feira, Fidel teve uma reunião de duas horas com Ahmadinejad - o iraniano incluiu Cuba em seu roteiro latino-americano. "Observei que o presidente iraniano está totalmente sossegado e tranquilo, indiferente por completos às ameaças dos ianques, confiante na capacidade do seu povo para enfrentar qualquer agressão".

"Se a agressão, inevitavelmente, for desatada, será fruto exclusivo do aventureirismo e irresponsabilidade congênita do império ianque", escreveu Fidel, de 85 anos, no Granma.

O ex-presidente cubano também opinou sobre um vídeo, divulgado nesta semana, que mostra soldados dos EUA urinando em cadáveres no Afeganistão, algo condenado pelos departamentos de Estado e de Defesa norte-americanos, que prometeram uma investigação. Fidel disse que o ato foi uma "imundície" praticada pelos soldados.

"Qualquer um pode até sentir lástima por aqueles soldados, separados das suas famílias e amigos, enviados para um lugar a milhares de quilômetros da sua pátria para lutar em países que talvez não tenham ouvido menção nem na escola, onde têm a tarefa de matar ou de morrer para enriquecer as empresas transnacionais, fabricantes de armas e políticos inescrupulosos", escreveu Fidel.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.