Fidel anuncia seu sucessor: o irmão

O presidente de Cuba, Fidel Castro, falou sobre hoje sua sucessão a uma rede de televisão norte-americana menos de uma semana depois de ter tido uma indisposição durante um discurso em Havana. "Meu irmão Raúl tomará meu posto", disse Fidel em uma entrevista a Andrea Mitchell, a enviada especial da NBC, que é casada com o presidente do banco central dos EUA (Federal Reserve), Alan Greenspan.É a primeira vez que Fidel, no poder em Cuba desde 1959, fala publicamente de sua sucessão. Na entrevista, que durou três horas, Fidel não perdeu a oportunidade de criticar o presidente norte-americano, George W. Bush, um aliado político dos exilados anticastristas de Miami. "Ele não foi eleito. Foi nomeado presidente dos Estados Unidos", disse o líder cubano, referindo-se à controvertida eleição da Flórida, que acabou sendo referendada pela Corte Suprema.Raul Castro, o comandante das Forças Armadas cubanas, tem 70 anos, cinco a menos que seu irmão mais velho, que cumprirá 75 em agosto. "Raul goza de plena saúde. É o companheiro que, depois de mim, tem mais autoridade e experiência. Creio que está perfeitamente em condições de ocupar meu posto", afirmou Fidel.A sucessão de Fidel voltou à tona depois do incidente de sábado passado, quando ele passou mal sob o sol forte de Havana. "Acho que foi o calor. Estava molhado de suor e de não me lembro mais o que aconteceu. Não me dei conta de que me levaram para fora do palanque", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.