Fidel critica rumores sobre seu estado de saúde

Fidel Castro escreveu um artigo criticando os rumores, amplamente divulgados na semana passada, de que estaria em seu leito de morte. No texto publicado nesta segunda-feira, o ex-líder de Cuba afirmou que sua saúde é tão boa que nem lembra o que é uma dor de cabeça.

AE, Agência Estado

22 de outubro de 2012 | 09h36

O artigo é acompanhado de fotos que mostram o ícone revolucionário de 86 anos no lado de fora de sua casa, perto de algumas árvores e usando um chapéu de cowboy. "Eu nem me lembro como é sentir uma dor de cabeça", escreveu Fidel, acrescentando que divulgou as fotos para mostrar o quão "desonestos" são os boatos.

Ele criticou a mídia ocidental, principalmente o jornal espanhol ABC, que publicou declarações de um médico venezuelano que afirmou ter informações de que o líder da Revolução Cubana sofrera um derrame e teria apenas algumas semanas de vida.

No artigo Castro também explica a razão de ter parado de escrever sua coluna "Reflexões". A interrupção alimentou as especulações sobre sue estado de saúde. "Eu parei de publicá-las porque não era mais meu papel tomar páginas da imprensa que são necessárias para outros trabalhos que o país precisa". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CubaFidelartigo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.