Fidel deve voltar ao poder em semanas, dizem cubanos

Funcionários cubanos disseram que o presidente Fidel Castro está se recuperando bem e deve voltar ao poder em algumas semanas. Há uma semana Fidel anunciou que havia se submetido a uma cirurgia por causa de um sangramento intestinal, que o forçou a entregar temporariamente o poder a seu irmão caçula, Raúl.Os funcionários tentaram acabar com as especulações de que o líder cubano, de 79 anos, perdeu o controle sobre a ilha que ele conquistou em 1959 por meio da revolução cubana. No entanto, eles admitiram que sua saúde exigirá que Fidel reduza sua carga de trabalho.O vice-presidente Carlos Lage disse que Fidel retornará à presidência em poucas semanas e desmentiu a versão publicada no jornal Folha de S. Paulo de que ele teria um câncer no estômago. "Fidel teve de enfrentar uma operação e está se recuperando favoravelmente. ele não tem câncer", disse Lage durante visita oficial à Bolívia. Em uma entrevista por telefone a uma rádio de Miami, centro da oposição a Fidel e lar de 650 mil cubanos-americanos, o presidente do Parlamento cubano, Ricardo Alarcón, disse que Fidel reagiu tão bem a uma cirurgia complicada que poucas horas depois já estava "conversando e brincando". Mas Alarcón disse que Fidel, que no dia 13 completa 80 anos, deverá ir mais devagar. "Precisamos dele em boa saúde e trabalhando, parte disse implica que ele se sacrifique e abandone o trabalho diário ao qual esteve acostumado por tantos anos", disse.Um membro de médio escalão do Partido Comunista disse hoje que "Fidel definitivamente havia saído da terapia intensiva e estava reagindo tão bem quanto se pode esperar para alguém de sua idade, mas ninguém sabe exatamente onde ele está, o que ele tem e se irá retomar todas suas atividades".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.