Fidel diz ''não temer'' diálogo

Em meio à visita de uma delegação de sete congressistas americanos a Cuba, jornais oficiais da ilha publicaram ontem um artigo de Fidel Castro no qual o líder cubano diz que seu país "não teme o diálogo" com Washington. "Não temos medo de dialogar com os EUA nem precisamos do confronto para existir, como pensam alguns tontos", escreveu Fidel. "Existimos precisamente porque acreditamos em nossas ideias e não temos medo de dialogar com o inimigo." Os sete parlamentares democratas, liderados pela deputada pela Califórnia Bárbara Lee, reuniram-se ontem com autoridades locais. "Talvez possamos dizer o mesmo dos EUA - ter um diálogo com Cuba não é uma ameaça ao nosso país", afirmou o deputado Mell Matt, membro da comitiva. Segundo fontes do governo americano, o presidente Barack Obama pode anunciar ainda neste mês o fim das restrições às viagens de cubano-americanos a Cuba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.