Fidel diz que foi mal interpretado ao falar que modelo cubano 'não funciona'

Segundo ex-presidente, sua declaração queria dizer 'exatamente o contrário'.

BBC Brasil, BBC

10 de setembro de 2010 | 22h26

O ex-presidente cubano Fidel Castro disse nesta sexta-feira que foi mal interpretado por um repórter da revista The Atlantic, à qual teria dito que o modelo de comunismo em Cuba "já não funcionava nem mesmo para os cubanos".

Segundo Fidel, sua afirmação foi interpretada ao pé da letra pelo jornalista da Atlantic, Jeffrey Goldberg, e "significava exatamente o contrário", já que ele se referia ao fracasso do capitalismo.

Em discurso na Universidade de Havana, Fidel explicou o "mal entendido", dizendo que deu uma resposta "despreocupada" para o repórter. "E agora me divirto vendo como ele interpretou tudo literalmente."

"Minha ideia, como todo mundo sabe, é que o sistema capitalista não serve nem para os Estados Unidos, nem para restante do mundo", afirmou.

"E ele (o capitalismo) leva a uma crise global em seguida da outra; (crises) cada vez mais sérias e das quais não se consegue escapar. Como esse sistema poderia funcionar em país socialista como Cuba?", questionou o ex-presidente.

A rara entrevista de Fidel, concedida à Atlantic e divulgada na última quarta-feira, vinha sendo tema de especulações no mundo todo. De um lado, foi interpretada como um sinal de apoio de Fidel às reformas feitas por seu irmão e atual presidente, Raúl Castro.

De outro lado, serviria de munição para os dissidentes cubanos, num momento em que Cuba atravessa forte crise econômica.

França

Fidel, de 84 anos, deixou o poder em Cuba em 2006.

O ex-presidente falou nesta sexta-feira durante o lançamento de seu livro La contraofensiva estratégica.

Ele também discursou contra a expulsão do povo roma (ciganos) promovida pelo governo francês.

"A última (coisa) que se poderia esperar eram as notícias da expulsão dos ciganos franceses, vítimas da crueldade da extrema direita (...), vítimas de outra espécie de holocausto social", afirmou.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.