Fidel diz que sobreviverá a planos de Bush para derrubá-lo

O presidente cubano, Fidel Castro, afirmou que sobreviverá a qualquer plano da administração Bush para derrubá-lo e seu regime de partido único continuará após sua morte. "O grupo de idiotas que se reuniu na Casa Branca vai morrer de amargura e frustração", disse o líder de 77 anos na sexta-feira, durante a festa de 10º aniversário do estudante Elián González, o pequeno balseiro que sobreviveu ao naufrágio de seu barco nas costas dos EUA e foi motivo de uma batalha de custódia em 2000. Fidel se referia à reunião realizada na Casa Branca da Comissão de Ajuda para Cuba Livre, quando assessores de Bush decidiram apertar a fiscalização sobre cidadãos americanos que viajam para Cuba e reprimir com mais rigor todos os negócios ilegais de empresas americanas com o regime cubano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.