Fidel driblou a CIA com agentes duplos, diz livro

Por mais de 30 anos, o líder cubano Fidel Castro driblou a CIA com uma rede de 40 agentes duplos, sob ordens diretas do comandante socialista. A revelação está no recém lançado livro Castro's Secrets (Segredos de Castro) do americano Brian Latell, agente da CIA que cuidava de assuntos cubanos desde os anos 60. "Fidel era um mestre da espionagem inigualável", afirmou Lattell, que desde 1998 está aposentado. Só em 1987, com a deserção de um agente cubano, os EUA teriam descoberto a rede secreta de Havana.

O Estado de S.Paulo

30 Maio 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.