Fidel está 'consternado' com morte de García Márquez

O ex-presidente cubano Fidel Castro está "consternado" com a morte, na semana passada, do escritor colombiano Gabriel García Márquez.

AE, Agência Estado

25 de abril de 2014 | 16h09

O sentimento de Fidel foi revelado hoje pelo vice-presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, ao assinar um livro de condolências na Embaixada da Colômbia em Havana.

Díaz-Canel comentou hoje que Fidel costuma sentir profundamente a perda de seus amigos. Fidel e García Márquez eram amigos de longa data.

Fidel não fez nenhum comentário público sobre a morte de García Márquez, apesar de ter enviado uma coroa de flores ao velório na Cidade do México, onde o Nobel de Literatura residiu durante as últimas três décadas de sua vida. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CubaFidelGarcía Márquez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.