Fidel inaugura sala de museu sobre "luta" de Elian

Fidel Castro inaugurou hoje um museu dedicado à luta pelo retorno de Elian Gonzalez a Cuba. Elian e sua família assistiram da primeira fila o discurso em que Castro relembrou a campanha de sete meses pelo retorno do menino. O líder afirmou que os 100 mil cidadãos de Cardenas apoiaram esse ?objetivo justo e apropriado?. ?Foi a maior batalha jamais enfrentada por nosso povo?, disse.Antes da cerimônia oficial, Fidel visitou o Museu Oscar Maria Rojas, que preencheu uma de suas sete salas com fotos e artigos de jornal a respeito de Elian. Castro elogiou o sistema educacional cubano. Os professores de Elian disseram que o menino, de sete anos, havia ?ficado para trás? nos estudos, durante o período em que esteve em Miami, mas que agora já está pronto para passar ao segundo ano primário. Castro disse que o fato de Elian ter chegado ao segundo ano é ?um símbolo da educação em nosso país?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.