Fidel não aparece em desfile feito em sua homenagem

O desfile militar realizado neste sábado em Havana, em comemoração aos 80 anos de Fidel Castro e aos 50 de criação das Forças Armadas Revolucionárias (FAR) não contou com a presença do líder cubano.O presidente interino de Cuba e ministro da Defesa, Raúl Castro, compareceu ao desfile, que durou cerca de duas horas, no lugar de seu irmão. A ausência de Fidel, que deixou o governo há quatro meses por motivos de saúde, foi mantida sob sigilo até o início das comemorações.No início das comemorações, Raúl lembrou que o desfile seria dedicado ao "fundador e comandante" das Forças Armadas Revolucionárias. Em seu discurso, ele afirmou que a unidade entre a população cubana e o Exército é "a principal arma estratégica, que permitiu a Cuba resistir e vencer tantas agressões do imperialismo e de seus entusiastas".De acordo com fontes oficiais, cerca de 300 mil pessoas compareceram neste sábado à Praça da Revolução, em Havana, para assistir ao maior desfile cubano dos últimos dez anos.A última aparição pública do líder cubano ocorreu no dia 26 de julho. Cinco dias depois, Fidel delegou o cargo a seu irmão Raúl e foi submetido a uma cirurgia para conter uma hemorragia intestinal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.