Fidel proclama erradicação da dengue em Cuba

O presidente cubano, Fidel Castro, proclamou a erradicação da dengue na ilha, após 75 dias de intensa campanha que mobilizou milhares de pessoas e na qual o Estado gastou US$ 12,5 milhões.Em ato público no teatro Karl Marx de Havana e diante de cerca de 6.000 pessoas, Fidel fez o balanço da campanha contra o mosquito Aedes aegypti, em uma jornada transmitida pela televisão estatal que se prolongou até a madrugada desta quinta-feira. Após um primeiro surto de dengue em Cuba em 1997, em outubro do ano passado foram detectados mais 150 casos da doença, que causaram alarme entre as autoridades sanitárias. Na campanha nacional contra a dengue foram recolhidos mais de 2,5 milhões de metros cúbicos de lixo e detritos; foram localizadas 21.800 residências com larvas e foi feita fumigação em 700.000 residências.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.