Fidel publica carta na imprensa oficial em meio a boatos sobre seu estado de saúde

Uma carta do ex-presidente cubano Fidel Castro foi publicada ontem na imprensa oficial do país. O texto é o primeiro assinado por ele desde junho e foi divulgado em meio a rumores sobre o estado de saúde do líder revolucionário, de 86 anos. Sua última aparição ocorreu em março, durante a visita do papa Bento XVI a Havana. A carta publicada no diário Granma felicita uma turma de médicos formada na capital. "O Instituto de Ciências Básicas e Pré-Clínicas Vitória de Girón marcou o início da formação maciça de médicos em Cuba", escreveu Fidel. O ex-presidente lembrou que o instituto foi fundado depois da fuga de profissionais de saúde do país para os EUA ocorrida após a revolução.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.