Fidel reage a Obama e chama líder de 'bobo'

'Que simpático. Que inteligente' respondeu líder cubano sobre mensagem de mudança política na ilha

O Estado de S.Paulo

30 Setembro 2011 | 03h01

O líder cubano Fidel Castro respondeu ontem com ironia às declarações do presidente dos EUA, Barack Obama - segundo as quais poderia mudar a política para Cuba, caso houvesse reformas na ilha.

 

"Que simpático. Que inteligente. Tanta bondade ainda não o permitiu compreender que (quase) 50 anos de bloqueio (econômico) e crimes contra nossa pátria não conseguiram dobrar nosso povo."

 

Num texto publicado ontem no jornal oficial Granma, Fidel qualificou Obama de "bobo". "Muitas coisas mudarão em Cuba, mas mudarão por nosso esforço e apesar dos EUA. Talvez antes, esse império desabe."

 

Fidel criticou a Justiça dos EUA por não permitir que René González, espião cubano preso, retorne à ilha após deixar a cadeia.

Mais conteúdo sobre:
CubareformaspolíticaFidelObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.