Fidel reaparece na TV e brinca sobre indisposição

O presidente Fidel Castro, que sofreu uma indisposição neste sábado ao meio-dia enquanto discursava numa manifestação política, brincou esta noite sobre o ocorrido, assegurando que se "fez de morto" para ver que enterro receberia. Depois de quase ter desmaiado esta manhã em manifestação nos arredores de Havana, Castro reapareceu em seguida e disse que se sentia bem e que terminaria seu discurso à noite. A televisão oficial repetiu a partir das 16h (horário local) todo o ato da manifestação e o discurso matutino de Fidel, incluindo o momento em que o presidente respirou fundo, baixou a voz e se inclinou, precisando ser retirado do palanque.As câmaras mostraram então o chanceler Felipe Pérez Roque tomando a palavra no palanque e pedindo calma à multidão. Fidel regressou ao palanque poucos minutos depois, e afirmou que já se sentia bem. Depois de terminada a retransmissão, a televisão mostrou imagens de um estúdio no qual se via Fidel de pé observando as cenas da manifestação. Logo depois o presidente sentou-se, rodeado por alguns jornalistas. Fidel disse que gostaria de se desculpar pelo ocorrido e afirmou que a culpa era sua. Em meio aos risos do reduzido público no estúdio, disse que quis se fazer de morto para ver que tipo de enterro lhe dariam.Segundo o presidente, depois da indisposição da manhã ele foi levado a uma ambulância onde recebeu uma máscara com oxigênio.Pouco depois, ao notar que a ambulância havia permanecido no mesmo local, quis voltar ao palanque. Segundo o presidente, muitas outras pessoas na manifestação devem ter tido a mesma indisposição, causada por fadiga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.