Fidel também vai à posse de Kirchner

O presidente cubano Fidel Castro confirmou sua presença na posse de Néstor Kirchner, no próximo domingo. A notícia divulgada ontem à noite provocou uma grande expectativa entre a imprensa argentina que já tinha divulgado o não comparecimento de Fidel. Embora a Embaixada de Cuba não tenha confirmado a presença à posse, o próprio presidente argentino Eduardo Duhalde a confirmou ao seu sucessor, Néstor Kirchner, em reunião mantida ontem no final da tarde, segundo informações da Casa Rosada. O líder político cubano pisou o solo da Argentina somente em duas ocasiões: em 1995, durante a reunião de cúpula Ibero-Americana, realizada em Bariloche, e em 1959, cinco meses depois da revolução, em uma série de visitas internacionais, quando a revolução ainda não tinha sido declarada marxista.A visita de Fidel Castro a Buenos Aires coincide com a mudança do voto da Argentina, depois de 12 anos, pela abstenção na condenação contra Cuba, acompanhando a posição tradicional do sócio maior, o Brasil, nesta questão, junto à Comissão de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.