Filha de acusado foi condenada a 25 anos

Emily, filha de Ariel Castro - indiciado pelo sequestro e estupro das três mulheres encontradas na segunda-feira em Cleveland -, cumpre pena de 25 anos de prisão por tentar cortar a garganta da filha de 11 meses, em abril de 2007. O surto de Emily ocorreu um dia depois de ela ter sido abandonada pelo pai do bebê, Deangelo Gonzalez.

O Estado de S.Paulo

09 de maio de 2013 | 02h03

Na ocasião, Emily levou a filha para a garagem da casa da mãe, deu quatro facadas no pescoço da menina. Em seguida, ela a entregou ensanguentada para a irmã e fugiu. Mais tarde, Emily foi encontrada tentando se afogar em um rio. Ela tinha cortes nos pulsos e na garganta. Segundo o tabloide New York Post, a filha, hoje com 5 anos, recuperou-se e vive com a tia, Angie Gregg, em Cleveland. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.