Filha de Chávez condena mentiras sobre saúde do pai

Uma das filhas do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, exigiu que as redes sociais parem de divulgar "mentiras" sobre a saúde de seu pai, após a circulação de rumores sobre a morte do líder. "Respeitem a família e especialmente respeitem meu povo. Chega de mentiras! Estamos perto do papai, vivendo, lutando e recuperando sua saúde, com Deus", escreveu Maria Gabriela Chávez, no Twitter na sexta-feira.

EQUIPE AE, Agência Estado

22 de dezembro de 2012 | 20h09

Maria, a segunda dos quatro filhos de Chávez, está com o líder venezuelano em Havana, enquanto ele se recupera da cirurgia contra o câncer. Vários rumores se proliferaram na internet sobre a suposta morte de Chávez desde que o presidente, de 58 anos, passou pela quarta cirurgia, no início deste mês, para combater um câncer.

O vice-presidente Nicolas Maduro, escolhido por Chávez como seu sucessor, disse na sexta-feira que o presidente estava fazendo progressos constantes. O último relatório oficial sobre a saúde do presidente, divulgado na quinta-feira, dizia que a infecção respiratória que Chávez teve após a cirurgia fora contida e que sua saúde estava melhorando.

Várias informações importantes sobre a doença de Chávez, dentre elas o tipo, localização e gravidade de seu câncer, têm sido mantidas em segredo, alimentando rumores e incertezas sobre o futuro da Venezuela. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
VenezuelaHugo Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.