Filha de "Che" diz que Fidel está se recuperando

As mensagem otimistas emitidas por dirigentes de Cuba sobre a recuperação de Fidel Castro e os comentários nesse mesmo sentido de personalidades como a filha do legendário guerrilheiro Ernesto "Che" Guevara ajudaram a conservar a calma da população cubana."Fidel está melhorando, nós estamos tranqüilos e Raúl (Castro) não é apenas o irmão de Fidel, é um homem com história própria e, sobretudo, (uma pessoa) que ganhou o respeito e o carinho de nosso povo, motivo pelo qual foi eleito vice-presidente de Cuba", disse nesta terça-feira Aleida Guevara, a filha de "Che".Aleida, que como seu pai é médica de profissão, respondeu a perguntas durante um debate organizado pela Chancelaria de Cuba para discutir a validade do projeto revolucionário e as idéias do comandante guerrilheiro. "No início, nos assustamos muito, pois gostamos muito (de Fidel) e (depois) nos demos conta de que a vida é assim mesmo e temos que aceitá-la, mas ele ainda terá tempo de atividade", afirmou Aleida, que pediu para que o mundo não subestime o povo cubano, que, segundo ela, tem "confiança" em seu governo.Nas ruas de Havana, expressões similares eram repetidas pelas pessoas comuns. "(O sistema) é invulnerável. Temos ânsia de vê-lo (a Fidel), mas também entendemos a situação em que ele se encontra", disse à Associated Press Lázaro Martínez, um vendedor de flores, ao assegurar que terá "paciência" enquanto o presidente se recupera.Outros se mostraram mais cautelosos: "Preocupa-me a possibilidade de que possa ser mais grave do que pensamos", comentou a havanesa Pilar López. "Acho que a operação foi difícil e ele (Fidel), no final das contas, é humano."Fidel Castro cumprirá 80 anos de idade no próximo domingo. Embora todos os eventos oficiais para comemorar a data tenham sido transferidos para dezembro, vários cartazes continuam afixados em partes da capital cubana para lembrar o aniversário do líder comunista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.