REUTERS/Lean Daval Jr
REUTERS/Lean Daval Jr

Filha de Duterte será candidata a vice-presidência das Filipinas

Analistas especulavam sobre candidatura de Sara para suceder o pai, que constitucionalmente não pode disputar um segundo mandato de seis anos

redação, O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2021 | 10h44

MANILA - A filha do presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, será candidata à vice-presidência nas eleições de maio de 2022, anunciou a Comissão Eleitoral do país asiático.

Durante meses, analistas especularam sobre uma candidatura de Sara Duterte para suceder o pai, que constitucionalmente não pode disputar um segundo mandato de seis anos.

Após o anúncio, Duterte recebeu o apoio do partido de Ferdinand Marcos Jr, filho do falecido ditador de mesmo nome, que é candidato à presidência.

A decisão de Sara Duterte reforça a posição de Marcos, segundo nas pesquisas, atrás apenas da filha do presidente, mas à frente do ex-boxeador Manny Pacquiao, do prefeito de Manila Francisco Domagoso e do atual vice-presidente Leni Robredo.

O anúncio inesperado aconteceu pouco antes do fim do prazo de 15 de novembro para a apresentação de candidaturas para as eleições de 2022.

Sara Duterte havia insistido que desejava conquistar outro mandato como prefeita de Davao City, a circunscrição de sua família no sul do país, apesar de sua popularidade nas pesquisas.

As especulações sobre seus planos aumentaram durante a semana, depois que ela desistiu da disputa pela prefeitura.

Nas Filipinas, o presidente e vice-presidente são eleitos de maneira separada e por maioria simples dos votos, sem a necessidade de segundo turno. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.